domingo, 18 de julho de 2010

Mudança de perspectiva.

Uma pena. Tive que vender o meu carro. Minha esposa passou pra um concurso, ganhando menos, mas com muito mais estabilidade. Por isso, snif, tive que vendê-lo, mas o fiz pra um amigo, que me jurou vender só pra mim, assim que quiser vender. Por isso, e por outros motivos, eu não fechei o site. Meu atual carro: esse novo modelo do classic, carro que anteriormente eu já tinha afirmado não ser alvo de minha paixão. Retiro - não tudo - o que eu disse.

Diferente do modelo anterior, esse carro está mais equilibrado. O motor é o mesmo do carro de minha esposa - um celta vhc "e", "e" de economia. Mas a economia, no celta, é um tanto falha, o carro não passa de nove por litro no álcool, e minha esposa é pé calmo. Nesse novo classic eu consegui fazer onze no álcool. Na minha atual conjuntura, isso está sendo ótimo. Mas você pode até se perguntar: por que não refinanciei o carro e continuei com aquela belezura de tetrafuel? Resposta: não consegui fazer o conserto no sistema de kit gás, a fiat foi intransigente, afirmando que só substituiria o sistema todo, algo em torno de dois mil reais. Isto somado à manutenção normal do carro - que sempre rodava em torno de mil reais - seria um gasto muito alto pra um cara que é professor. Passei o carro, com muito peso no coração. Snif.

Recuperei o Classic que tinha. Mas com um mês de carro, dei perda total nele, batendo o seu fundo. Como o carro era de papel, foi-se à morte. Comprei o novo, era o que dava. Mas esse é bem melhor que o anterior. Só pra se ter ideia, as marchas entram. E entram calmamente. A ré do modelo anterior só à força. O motor deste novo é o mesmo do da minha esposa, mas o meu está muito mais equilibrado. É o que me deixa nervoso com a GM, eles podem fazer mais pelos carros - até mesmo o vectra apresenta um motor ultrapassado, mesmo consagrado em modelos antológicos, o mundo automobilístico anda pra frente, como consumidores, não queremos mais carros que mal tenham rodas, mas acesso à tecnologia tanto de tradução em segurança quanto estética. Principalmente segurança. Um amigo só não faleceu batendo o celta que tinha, pois estava em baixa de velocidade, algo em torno de quarenta por hora, mas o carro se desfez.

Sinto uma enorme saudade do tetrafuel, muito mesmo. Mas assim que der eu volto a tê-lo, com certeza.

Um comentário:

  1. Cara,acho que você esta errado com os carros da chevrolet,o classic é um excelente carro,tenho um modelo 2009 Spirit,1.0,quando fiz uma viagem a SP,andei no Siena do meu irmão,era um 1.4,cara,que carrinho horrivel,os bancos pareciam de pedra,pessima arrancada,com certeza,meu classic dava pau naquele siena,eu discordo do que você disse,pois acho que o classic é um excelente carro sem duvida,e a Fiat ainda nem se compara com a GM em questão de conforto,e acabamento.

    ResponderExcluir